O animal satisfeito dorme (Guimarães Rosa)

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Sera que as tvs estao com problemas ou é o jogar de nossas equipes?

Acesso constantemente o blog Periodizacao Tatica, link nos favoritos, e numa das leituras dos textos, encontrei algo que explicava a cadencia do futebol brasileiro. Quando vemos jogos de equipes top, a partida é bem dinamica e rapida, enquanto que os jogos das equipes brasileiras sao bem lentos e cadenciados. E como a televisao é em todos os casos, o problema deve estar no jogar de nossas equipes.

A primeira coisa que temos que entender é que a lentidao do futebol brasileiro nao tem nada haver com a capacidade fisica dos nossos jogadores, ja que possuimos preparadores fisicos de alto nivel em nossos clubes. A lentidao do futebol brasileiro se relaciona com a ineficiencia das capacidades das velocidades de antecipacao, decisao, reacao, movimento sem bola, acao com bola e acao no jogo, em termos coletivos.

As faltas das diferentes velocidades, por sua vez, se dao devido as equipes nao terem modelos de jogo definidos e por consequinte operacionalizados. Se o jogador nao sabe o que fazer ele tende a demorar para responder a situacao, se ele sabe o que fazer ele dara imediamente a resposta (resposta rapida leva a jogo rapido), por isso, falta a velocidade coletiva. Quando todos pensam igual o jogo flui, se os pensamentos diferem muito o nosso joga tende a nao ser rapido.

E em relacao a essa questao da velocidade coletiva, é importante saber que mesmo um jogador lento pode ser rapido se executar o que o modelo pede de forma rápida, passes, lançamentos, infiltrações, ocupações de espaço, etc...

O outro problema refere-se a plataforma de jogo, no Brasil, cada jogo as equipes usam uma plataforma, parece aquele kinder ovo, que cada vez que se abre tem uma surpresa diferente, num determinado jogo usam 3-5-2, no outro 4-4-2 e assim por diante. Acaba-se por não ter velocidade coletiva por que em níveis de terreno de jogo, não há possibilidades geometricamente falando de prever uma ação, pois não é o mesmo antecipar o ato em um 4.4.2, e em um 3.6.1, não é.

Entao acaba que a televisao é a mesma o que muda e a qualidade do jogar das equipes brasileiras para algumas estrangeiras, enquanto isso tem gente elogiando indescriminadamente o competitissimo campeonato brasileiro, piff.

Para fazer esse post, peguei varias partes do texto do blog P.Tatica e acrescentei algumas poucas coisas, aqui vai o link original: http://periodizacaotatica.blogspot.com/2009/10/proposito-da-velocidade-no-futebol.html

3 comentários:

julio disse...

Concordo em relação afraqueza do campeonato brasileiro, mas ñ acredito que a velocidade do jogo esteja ligado a tática individual nem á mudança de esquemas táticos( o Arsenal, por exemplo, joga no 4-2-3-1, mas a´s vezes no 4-1-4-1 e outras no 4-3-3 e continua com a mesma fluência) acredito sim na cultura de jogo- o futebol inglês é muito vertical- o 4-4-2 clássico ajuda a velocidade do jogo....o Barcelona tem um jogo espetacular só quede cadncia, posse de bola..entao acredito que a qualidade técnica dos jogadores influencia também

João Henrique disse...

Julio, não disse que a fraqueza do futebol brasileiro esta atrelada a tatica individual, a nossa fraqueza esta atrelada a nossos jogadores não terem uma ideia comum de jogo, um mudelo de jogo, e isso não é culpa deles. Em relação a plataforma uma coisa é você ter uma plataforma e trabalhar variações dentro dela ou ter uma outra plataforma de jogo, no Brasil o que ocorre é uma mudança permanente de plataformas.

Pode mandar bala, um Abraço!

Imperador disse...

seu blog tmbém já está adicionado..Abraço